Como pensar como o Steve Jobs ?

Marketing como pensar como o Steve Jobs

Já sonhaste ser o sucessor do Steve Jobs, criar produtos revolucionários, melhorar a vida das pessoas e mudar o mundo ?

Mas como farias para posicionar os teus produtos no mercado ? Ou seja como é que te diferenciarias da concorrência ? Neste artigo vais aprender a pensar como o Steve Jobs.

A maioria das empresas usaria o método tradicional seguinte :

Anunciar as funcionalidades do seu produto e listar as vantagens que ele tem em comparação com os produtos da concorrência.

Mas existe outro métudo. Outra forma de pensar, a forma de pensar do Steve Jobs. Chamaria esse método “minimalista”.

Em vez de listar todas as funcionalidades, vais escolher um aspeto fundamental de diferenciação e focar a tua mensagem marketing nesse único aspecto. A Apple é excelente a fazer isso.

Eles são incríveis para identificar um aspecto de diferenciação e usar esse elemento para posicionarem os seus produtos no mercado.

Neste artigo vamos ver isso como o exemplo seguinte :

Vamos analisar uma publicidade de 34 segundos que foi publicada em 1984 para promover o macintosh e veremos como essa publicidade é um excelente exemplo deste método dito do “minimalismo”.

Mas antes de ver o vídeo precisamos de perceber o contexto naquele ano.

Estamos no inicio dos anos 80 e naquela altura a IBM domina o mercado do computador pessoal.

O mercado está horrível pois com o sucesso da IBM muitas empresas começaram a copiar os PC da IBM. E no meio de tantos produtos, para se diferenciarem, as empresas começaram a baixar muito os preços.

É neste contexto que a Apple vai apresentar o macintosh. Para o Steve Jobs a situação é desesperante.

O problema é que o macintosh é muito caro.

Imagina só, naquela altura custava cerca de 5000$ ou seja 4600€, além disso ele era menos potente do que os computadores da IBM e dos seus clones.

Então o Steve Jobs vai resolver o problema como uma estratégia marketing brilhante, estratégia ainda usada atualmente pela Apple.

Vamos ver o vídeo que falei ao início :

Nesta publicidade, a Apple nunca fala das características técnicas do computador.

Ela decide reduzir a sua mensagem apenas num aspecto : a simplicidade de utilização do mac.

A Apple vai ainda mais longe ao martelar esta mensagem em toda a sua comunicação como por exemplo nesta publicidade :

Apple Introducing Macintosh For the rest of us

Nesta imagem o que temos a reter é o “For the rest of us” (tradução literal: para nós outros).

Este computador é destinado para aqueles que não se querem chatear com a leitura de dezenas de manuais mas sim para aqueles que procuram um PC fácil de usar. É por isso que nunca é mencionado nenhuma característica técnica ou de software do mac.

No artigo é dito que este computador foi feito para pessoas “normais” e não para experts de informática.

Mais tarde a Apple vai usar a mesma estratégia para promover o PowerBook :

Apple 92 PowerBook

Aqui temos novamente o contraste entre a maneira fácil e a difícil.

No vídeo seguinte esta publicidade ilustra perfeitamente a ideia e o problema da IBM :

Mas ok, tu não és patrão da Apple e talvez nem tens nenhum negócio.

Mas, então o que podes aprender com isto tudo ?

A primeira coisa que podemos aprender é que mesmo se hoje parece óbvio que a Apple significa simplicidade de utilização, naquela altura não era assim.

O Steve Jobs teve uma visão consciente do que estava a fazer e quis posicionar a Apple desta forma.

Esta forma de pensar é brilhante, pois naquele tempo a indústria informática só valorizava as características técnicas e os softwares.

Não é fácil remares contra a maré. É preciso muita coragem para priveligiares um ângulo específico e focar toda a tua comunicação numa mensagem só.

E principalmente é preciso analisar o mercado para encontrar o angulo ideal para te posicionar.

Isto aplica-se no marketing e em tudo. Por exemplo se estás à procura de um emprego, precisas de saber como te diferenciar e posicionar em função das necessidades das empresas.

Se estás interessado pela Apple e por marketing ouve o meu podcast onde entrevistei o patrão do All Things Apple clicando aqui ou também podes ouvi-lo aqui :

Como viver de um negócio na internet (sem métodos de vampiros) ??

Como viver de um negócio na net
Como viver de um negócio na internet

Hoje de manhã recebi este email :

“Bom dia Francisco ! Deixei o meu emprego para criar a minha empresa, mas não sei o que fazer. Não tenho dinheiro para investir, mas será que me podes ajudar ? O que devo fazer ?”

Ok… vou ser honesto, acabo de inventar este email.

Hoje em dia, muita gente quer criar um negócio, ficar rico e ser respeitado, mas ninguém sabe exatamente como o fazer, o que torna o processo muito doloroso.

Resultado ?

Um grupo de vampiros aproveita-se dessas pessoas para vender “a banha da cobra”, ou seja, métodos que não funcionam.

Tópicos deste artigo :

     O método que uso

Em 2017, ouvi centenas de entrevistas de empreendedores, li livros sobre marketing e analisei muitos negócios online.

Essa aprendizagem teve um impacto enorme na minha vida, hoje vou partilhar contigo o método que aprendi e uso neste site.

Chamei este método “Construir uma audiência que compra”.

     O método atual

Normalmente quando procuras criar o teu negócio, os vampiros ? aconselham-te a fazer um site, criar conteúdo e a tentar trazer tráfego – deixando o teu link em fóruns, grupos facebook, chateando os teus amigos (que nem sequer são o teu público alvo) enviando-lhes o link do teu site.

É mau para ti, pois estás tão focado em obter tráfego que não tens tempo de criar conteúdo de qualidade. E depois não sentes orgulho e prazer em trabalhar no teu negócio.

As pessoas que visitam o teu site não encontram conteúdo de valor, para não falar dos popup publicitários chatos que aparecem a cada clique.

Para acabar, também não é bom para os publicitários, pois o tráfego do teu site não é qualificado, ou seja esse tráfego não quer comprar os produtos das publicidades. E depois as pessoas usam cada vez mais o Adblock o que torna esse sistema frágil e pouco viável.

     Um modelo de negócio perfeito ?

Uso o sistema “Construir uma audiência que compra” sobre o qual te falei mais acima.

Ele funciona da forma seguinte :

  1. Identificar um problema que as pessoas têm dificuldade a resolver (e definir se essas pessoas aceitariam pagar para uma solução)
  2. Ajudar a resolver esse problema com algum conteúdo grátis
  3. Comunicar de forma original e diferenciada da concorrência
  4. Capturar os email dos visitantes
  5. Usar os emails para vender a solução aos teus clientes sob forma de formação ou de coaching

Óbvio, não é ? Mas foram preciso 10 anos para que este método me chegasse aos ouvidos e a ti ?

Andei anos e anos a experimentar várias técnicas como, por exemplo, o Dropshipping, mas lamentavelmente nunca funcionou.

Não digo que não seja possível, há sempre exceções. Se tivesse começado em 2014/15 quando tudo começou, talvez tivesse funcionado. Mas infelizmente não foi o caso para mim.

Aconselho-te este método : conteúdo (de grande valor) contra dinheiro

Este novo sistema pode parecer-te um pouco abstrato, não te preocupes, é normal.

Vamos ver um exemplo concreto de alguém que usa este sistema:

O empreendedor francês Alex Frêne ajuda os desenvolvedores iniciantes de jogos para telemóveis a criar um jogo com o software UNITY 3D.

Antes de ver concretamente o que ele faz, repara que o grupo alvo do Alex é específico e o problema que ele resolve também.

Antes de ver concretamente o que ele faz, repara que o grupo alvo do Alex é específico e o problema que ele resolve também.

É exatamente o oposto dos conselhos dos vampiros ?. Aqui não procuramos tráfego de turistas (que nunca compram) a tudo custo, mas sim a resolver um problema específico de um grupo específico.

Queres saber mais sobre a matéria ? Recebe a minha formação grátis onde faço um estudo aprofundado sobre o assunto e mais especificamente, sobre a criação de uma audiência que compra :

Guia construir um negócio que renda
Guia construir uma audiência que compra

     Estudo de caso

Vamos ver em detalhe como faz o Alex para viver do seu negócio.

(pequeno aviso : conheço pessoalmente o Alex)

O Alex criou um estúdio de videojogos e também dá aulas sobre a matéria. Ele é apaixonado por desenvolver videojogos há muitos anos.

Tudo começou quando ele decidiu criar um negócio na internet. Ele sabia que havia procura sobre a criação de jogos com o UNITY 3D.

Como ele já tinha muita experiência sobre a matéria pensou em criar o negócio neste ramo.

Foi ver o que existia na internet, e viu que os cursos propostos eram pouco completos.

Mesmo assim, identificou alguma procura. Então decidiu criar o seu site e ver no que dava.

Escreveu alguns artigos, sempre com o intuito de oferecer o máximo de valor e ajudando a sua audiência a resolver o seu problema.

Como ele ajuda as pessoas a resolver um problema que os afeta, elas adoram o seu conteúdo.

Quando ele propôs uma formação paga, uma pequena percentagem da sua lista email comprou o seu produto e foi assim que ele começou a viver do seu negócio online.

     Um sistema é infalível ?

Esta frase do Zig Ziglar resume bem o conceito deste método :

“Conseguirás tudo o que queres na vida, se também ajudares os outros a conseguirem o que querem”.

Estás a perceber a ideia ?

O sistema funciona assim :

Valor (solução) = Tráfego (que quer resolver um problema)

Tráfego = Vendas

Vendas = Viver de um negócio online

Se ajudares as pessoas a resolver um problema, elas vão pagar para a solução.

Assim poderás realizar os teus sonhos, deixar de te preocupar com o dinheiro e ser livre.

     Porque usar este modelo de negócio ?

Com este sistema toda a gente fica a ganhar.

Tu crias conteúdo de valor sobre uma temática que gostas. Sentes-te orgulhoso e tens prazer em trabalhar no teu projeto.

As pessoas que visitam o teu site encontram valor., uma vez que, ofereces uma solução a um problema que eles tanto querem resolver. É agradável visitar o teu site, pois não há dezenas de popup por todo lado a chatear.

E como não há publicidade no teu site, os publicitários não gastam dinheiro para nada. Além disso, não dependes de publicitários para viver, uma vez que, com este sistema só dependes de ti.

     Quando é que vou ficar rico ?

Vais ficar rico sim, mas com muito trabalho.

Se fores ver o site do Alex (site em francês), vais reparar que ele escreve todas a semanas, responde a todos os comentários e a todas a perguntas que recebe por email.

Ele procura ajudar a sua audiência a todo custo, oferecendo sempre o máximo de valor.

O melhor com este sistema é que quando ajudas as pessoas, elas sentem-se gratas e em contrapartida algumas delas compram os teus produtos.

Mas atenção, para poderes começar a vender, vais precisar de tempo para poder estabelecer uma relação de confiança com a tua audiência.

Se começares a vender no primeiro dia, ou logo que a pessoa chega ao teu site, é muito provável que ele não compre. Pois não confia em ti, não sabe quem tu és e qual é o valor do teu trabalho.

O melhor é dar tempo ao tempo. Enviar por exemplo alguns emails cheios de valor para que a tua audiência fique a conhecer-te melhor e perceba que tu a podes ajudar.

Depois, quando conheceres perfeitamente os problemas da tua audiência, começas a fazer um produto que resolve esse problema. Então, podes vender essa formação. Se ajudar realmente as pessoas, elas compram.

     Ideias de negócios

Talvez estejas com dúvidas ou procures ideais ?

Para que tudo fique mais claro para ti, fiz um PDF com 40 exemplos de negócios portugueses, americanos, franceses e até canadianos que usam de perto ou de longe este sistema

Nesta lista vai ver que tudo se ensina na internet: cursos de natação, surf, piano, Zumba, divórcios, etc. Não faltam ideias.

Se tens uma competência especial vais poder monetizar essa competência. Se ainda não tens uma, podes ir aprendendo e partilhado no teu site o que aprendes, como eu neste site.

Com estes exemplos vais poder descobrir ideias que funcionam e usá-las para encontrar ideias para o teu negócio.

Recebe já o PDF com 40 exemplos de negócios que “construíram uma audiência que compra” :

40 exemplos de negócio na internet
40 exemplos de negócios online

Se tiveres alguma duvida, deixa o teu comentário. Respondo a todos.

PS : Se conheces algum negócio que usa este sistema, patilha o link nos comentários.